• Tiago José da Silva

Objetos misteriosos e visões no céu: saiba como acontecem.


A visão de objetos não identificados no céu já deixou muita gente confusa. São efeitos de luz, sombra e movimento, e podem ser explicados com elementos presentes no espaço. Mas pode haver outras teorias.


Quando acontecem visões desse tipo, elas causam medo, pois, além de serem sobre algo desconhecido, pensa-se em um grande objeto que pode despencar na superfície da Terra. Por não serem aparições costumeiras, as fotos dessas cenas viralizam na Internet e se tornam pauta nas reportagens de TV.


Objetos misteriosos e efeitos registrados por pessoas ou observatórios já renderam várias explicações por parte de especialistas e comentaristas. Veja algumas aqui.


Elementos gasosos e suas formas

Um grande espetáculo natural conhecido é a aurora boreal, com seu jogo de efeitos. Ela impressiona, mas já é conhecida. Sabe-se que é formada por gases emitidos pelo Sol, que produzem uma aparição inusitada no céu do extremo hemisfério norte, quando tocam o campo magnético da Terra.


Outro tipo de exibição no céu acontece com a combinação de queima de gases e radiação solar. O ângulo em que o observador se encontra permite uma ilusão visual tão convincente que parece representar um objeto sólido de grandes dimensões.


Uma coisa não dá para negar: retina capta imagens, cérebro as traduz e imaginação parece contribuir, comparando a visão com experiências que já temos.


Objetos podem ser reais

Fatos vividos por profissionais da aviação e por pessoas que observam o céu regularmente dão a entender que, vez ou outra, vislumbraram-se naves extraterrestres. É fácil encontrar vídeos com narrativas correspondentes.


Em geral, há conclusão de que os objetos voadores não identificados pertencem a seres de outro planeta. Isso, por causa da dinâmica, da pujança dessas naves, da performance muito adiantada em comparação.


Visão sem conspiração

No fim, acaba que não temos certeza do que são esses objetos voadores. Fica parecendo ficção. Por falar nisso, o enredo de Dan Brown, do livro Ponto de impacto, fala do assunto.


No livro, a explicação mais honesta para a aparição de naves misteriosas é que a NASA (National Aeronautics and Space Administration), ao fazer testes, acaba por ser vista. Então, para preservar dados e para não gerar curiosidade, prefere deixar que as pessoas tirem suas próprias conclusões. Nem confirma, nem nega: opta pelo anonimato.


Analisando objetivamente, sabe-se que muitas circunstâncias podem gerar visões diferenciadas no céu, cenários explicáveis. Você conhece alguma história dessas? Conte, comentando aqui!


14 visualizações0 comentário